Como calcular a quantidade de materiais de construção

Evite desperdícios e faça economia com cálculos simples.

Como calcular a quantidade de materiais de construção


Evite desperdícios e faça economia com cálculos simples.

Quando pensamos em construir ou reformar, um dos primeiros passos, depois de já ter pensado no projeto, é calcular quanto vamos gastar com materiais de construção. Nosso post de hoje vai te ajudar a calcular a quantidade de cada material que você deve precisar.

 

Tijolo

Como calcular a quantidade de Tijolos

O cálculo para tijolos deve receber especial atenção, já que as variações de tamanho por modelo são muitas.

A dica é calcular a área como um todo, parede fechada mesmo. Calcule a metragem total, sem descontos de portas e janelas e adicione 10% a mais para o caso de perdas.

Então, dessa forma, calcule altura x largura e analise qual tipo de tijolo e suas dimensões para saber a quantidade a ser gasta por m² e o total necessário para sua obra:

  • Bloco de concreto: 9x19x39 cm / 14x19x39cm = 12,5 unidades por m²;
  • Bloco cerâmico em pé em parede com 10cm de largura = 23 unidades por m²;
  • Bloco cerâmico deitado em parede com 20cm de largura = 46 unidades por m²;
  • Tijolo comum em parede com 10cm de largura = 92 unidades por m²;
  • Tijolo comum em parede com 20cm de largura = 184 unidades por m².

Agora é só multiplicar a área da parede pela quantidade gasta em cada m² do tijolo escolhido e não se esquecer de aplicar 10% a mais para as possíveis perdas.

 

Cimento 

Como calcular a quantidade de Cimento

O cálculo de cimento depende muito da proporção a ser aplicada, levando em consideração as instruções do fabricante vamos fazer a média de: uma medida de cimento para três de areia peneirada.

Assim calculamos: 20l de areia peneirada, 20l/3 = 6,66l de cimento por m². Vamos aplicar essa proporção para uma medida de 80m²: 6,66 x 80m² = 532,8l de cimento.

Para ver a quantidade de sacos de cimento a conta é a seguinte: De acordo com o peso de cada saco que é de 50kg, equivalente a 40 litros do produto, vamos dividir 532,8 x 40 = 13,32, ou seja, para cobrir 80m² de parede, serão necessários 14 sacos de cimento.

Da mesma forma calculamos a quantidade de areia: 20l x 80m² = 1600l. Porém, a areia só é vendida em m³, então, se 1m³ equivale a 1000l, serão necessários 2m³ de areia para a proporção indicada.

Vale destacar que o cimento não é um tipo de produto que pode ficar muito tempo armazenado, já que corre o risco de empedrar. Para evitar a perda desse material, aconselhamos que faça uma comprar de 15 em 15 dias de acordo com o que for precisando.


Pisos e revestimentos

Como calcular a quantidade de Pisos e Revestimentos

Para saber a quantidade necessária de piso ou revestimento multiplique a largura pelo comprimento (altura x largura) e saberá a metragem necessária, mas antes de comprar leve em consideração algumas dicas.

Os pisos também devem ser calculados com a área como um todo, sem contar portas. São encontrados em vários tamanhos no mercado, o que leva a variar muito na questão das perdas na hora do recorte.

Quanto maior o modelo escolhido, maior será a perda com recortes. Para peças com medidas de até 15cm, recomenda-se uma margem de segurança de 5%. Já para aquelas de 30cm ou mais deve-se levar em conta um acréscimo de 10%, mas se a área a ser aplicada for maior, a quantidade de recortes será menor, logo a perda também cairá.

Caso sua opção seja por pisos estampados ou ainda assentar qualquer modelo em diagonal, as perdas serão ainda maiores e, neste caso, o ideal é aumentar a margem de segurança para 35% para uma área de 10m². Se a área for superior a isso a perda será menor, portanto, a margem pode ser de 10 a 20%.

Não se esqueça, é sempre bom ter, pelo menos, uma caixa do modelo escolhido, caso seja necessária alguma manutenção, você não terá dores de cabeça procurando por um produto igual.

 

Telhas de barro 

Como calcular a quantidade de Telhas de Barro

Para as telhas a variação também é muito grande, não só de tamanhos e modelos, como também por região. Os engenheiros aconselham montar no chão o equivalente a 1m² com o modelo que deseja aplicar em sua obra e ver quantas gastou.

Feito isso leve em consideração a inclinação do telhado (quanto mais inclinado, mais telhas irá gastar) e calcule o total necessário. Nunca se esqueça de deixar a “folga” de 10% para possíveis perdas e quebras.

 

Caixa d’água

Como calcular a quantidade de Caixa D'água

Para saber qual o tamanho ideal para a caixa d’agua da sua casa multiplique o número de pessoas pela quantidade média de água gasta por cada uma.

O cálculo geralmente é feito com 150l de água por pessoa para um dia, isso se sua construção for uma casa. Se for apartamento, a média de consumo sobe para 200l por pessoa, em função da pressão que acarreta um consumo maior.

No mercado são encontrados vários tamanhos de caixas d’agua, de 310l até as maiores com 4000l.

Quando for calcular, imagine sua caixa d’agua como um reservatório para, pelo menos, dois dias, para o caso de falta no abastecimento da sua região. Logo, se sua casa será habitada por 4 pessoas: 150l x 4 = 600 multiplicado por 2 (que é o número de dias), analisamos que o tamanho ideal seria uma caixa de 1200l, no mínimo.

Você pode optar por colocar uma única caixa com um tamanho que atenda a toda a casa, ou combinar duas ou mais que somem a quantidade necessária para atender ao consumo. A vantagem de optar por caixas menores é poder distribuir o peso sobre a laje.

 

Tinta

Como calcular a quantidade de Tintas

Para o toque final, que é a pintura, calcule a área multiplicando a largura pela altura de cada parede e somando o total.

O rendimento do produto varia de acordo com a marca, tipo de tinta (látex, PVA, acrílica, elástica, etc) e também com a textura apresentada pela parede, quanto mais porosa, mais demãos gastará para uma boa cobertura.

Numa conta básica, um galão de 3,6l encontrado no mercado é o suficiente para pintar 18m², da mesma forma, um de 18l cobrirá 90m². A partir daí será necessário analisar quantas demãos serão necessárias para cobrir por completo a parede e também garantir uma margem de 10%.

Se optar por tintas especiais, formuladas especialmente para sua casa, em tons personalizados, o cuidado com o cálculo deve ser redobrado, já que no caso de faltar produto, dificilmente, conseguirá o mesmo resultado em uma nova mistura.

Uma dica legal é deixar a pintura para a última etapa. Só pinte as paredes quando já não houver mais nada para mexer na obra. Assim você evita a refação do serviço.

 

Esperamos ter ajudado, mas caso ainda tenha dúvidas sobre a quantidade destes ou outros materiais, passe em uma loja da Cimcal e tenha todas as informações que desejar com um de nossos gerentes.

Gostou? Então não perca nenhum artigo!
Receba nosso informativo:

Desejo receber
Alternate Text

Tradicional no mercado de construção, a Cimcal tem experiência de quem está no setor desde 1966 em Divinópolis, com filiais nas cidades de Arcos, Nova Serrana, Pará de Minas, Itaúna e Oliveira, atende a todo o Centro-Oeste mineiro e oferece as melhores marcas e promoções para quem vai construir ou reformar sempre com qualidade e bom atendimento.

Você pode gostar também:

Comentários